segunda-feira, julho 23, 2007



fim de tarde dissipa-se
em azul
no empalidecer de ti que ficou

há ruas vazias estreitando
a saudade
onde passos miúdos imaginam alguém

imagem de Oswaldo Guayasamín

2 comentários:

Theo G. Alves disse...

Douglas,
ótimos os teus textos e incrível a tua produtividade. isso é bom, muito bom!!

já coloquei voce entre meus favoritos.
um abraço!

cm disse...

as palavras ganham novas texturas e cores ...vestindo emoções